dez 06

Treinamento aeróbico para crianças

vo2criancasO volume máximo de oxigênio (VO2max) representa uma variável indispensável na avaliação da capacidade aeróbica de crianças. O VO2max aumenta ao longo da segunda infância de acordo com o aumento das dimensões corporais. Crianças com idades inferiores aos 12 anos não apresentam diferença significativas entre os gêneros, embora os meninos obtenham valores no VO2 max maiores a partir dos 5 anos de idade. Geralmente as crianças apresentam um VO2max relativamente alto (48 e 58ml/kg.min). Valores bem acima daquele que indica um bom nível de condicionamento aeróbico de sujeitos adultos (42 ml/kg/min).

Alguns estudos investigaram a diferença entre gêneros num programa de treinamento aeróbico sobre o VO2max de crianças impúberes. Um destes estudos investigou 85 crianças entre 10 e 11 anos de idade. 35 crianças (17 meninas e 18 meninos) foram envolvidas em um programa de treinamento de corrida de 13 semanas e 50 crianças (22 meninas, 28 meninos) participaram do grupo controle. Cada criança foi avaliada em um teste progressivo e contínuo em um ciclo ergômetro antes e após o período de treinamento de 13 semanas sob as mesmas condições e procedimentos. O consumo de oxigênio, dióxido de carbono, ventilação e frequência cardíaca (FC) foram monitorados continuamente durante o teste. Continue reading

dez 04

Chance de infarto é maior em obesos aptos do que em magros inaptos

exercicioemagrecimentoA doença cardiovascular é a principal causa de mortalidade em todo o mundo e os sinais de aterosclerose estão presentes em todas as grandes artérias já na adolescência.

Um estudo longitudinal publicado no European Heart Journal demonstrou que a prática de exercícios físicos regulares durante a adolescência pode reduzir mais tarde na vida o risco de infarto do miocárdio. Outra informação bastante relevante deste estudo é que os homens que estão aptos fisicamente porém obesos na adolescência correm um maior risco de ter um ataque cardíaco do que os homens magros com baixo condicionamento aeróbico. Continue reading

dez 01

Exercícios e síndrome da dor femoropatelar

A síndrome da dor femoropatelar (SDFP) é muito comum entre adolescentes e adultos jovens. Sua prevalência é alta porque pode ocorrer em pacientes com diferentes níveis de atividades físicas. O sintoma mais comum é a dor em torno da patela quando o indivíduo se senta com os joelhos flexionados ou quando realiza exercícios como subir escadas ou agachamentos.

A etiologia da SDFP é bastante discutida na literatura, porém um consenso ainda não foi definido. Sabe-se que alterações físicas e biomecânicas na articulação patelofemoral e desequilíbrios musculares resultam em dores o que se agrava durante as atividades funcionais. Existem diversos fatores relacionados com o equilíbrio estático e dinâmico que contribuem para o surgimento da SDFP. De etiologia multifatorial considera-se atualmente o mau alinhamento do membro inferior, o desequilíbrio da musculatura extensora, a insuficiência do vasto medial, fraqueza da musculatura do quadril, atividade excessiva, a diferença entre o início da contração muscular do vasto medial e o vasto lateral e a incongruência entre a patela e o sulco troclear como fatores contribuintes para a origem da dor anterior do joelho. Continue reading

nov 28

Efeitos da obesidade na capacidade funcional

obesityovarianA obesidade constitui um fator agravante na redução da qualidade de vida. Esta redução muitas vezes está associada à menor capacidade funcional das pessoas obesas.

Um estudo recente avaliou a relação entre o IMC e a capacidade funcional em mulheres.

Neste estudo participaram 36 mulheres com um IMC ≥ 30 kg/m2 e 10 mulheres com peso normal (IMC entre 18 kg/m2 e 25 kg/m2). O grupo composto por mulheres obesas foi subdividido da seguinte forma: 12 mulheres com um IMC ≥ 30 e <35 (obesidade), 14 mulheres com IMC ≥ 35 e <40 (obesidade grave) e 10 mulheres com um IMC ≥ 40kg/m² (obesidade mórbida).

Todas elas foram submetidas a exames clínicos e a testes específicos que avaliaram a capacidade funcional: teste de marcha, teste de resistência aeróbica (teste de caminhada de 6 minutos), teste de potência de membros inferiores (sentar e levantar) e teste de equilíbrio. Continue reading

nov 22

Benefícios da atividade física regular

dumbbell-clip-art1Hoje em dia está cada vez mais evidente para as pessoas a importância do exercício físico para a saúde.

São muitas as vantagens que decorrem da prática regular de atividades físicas. Estas vantagens não se limitam ao controle do peso nem aos benefícios cardiovasculares.

O quadro abaixo apresenta algumas das principais vantagens para a saúde em função de uma prática regular de atividades físicas.

 Efeitos benéficos da atividade física regular

  • Nas doenças cardiovasculares

 

 

  • Nas doenças metabólicas

 

 

  • No sistema locomotor

 

 

  • Na imunidade

 

 

  • Na saúde psicológica

 

 

  • No desenvolvimento infantil

 

 

  • Na qualidade de vida
  • Reduz e controla a pressão arterial
  • Previne as doenças coronárias
  • Melhora o colesterol e outras gorduras sanguíneas
  • Ajuda no controle do peso corporal
  • Ajuda na prevenção da diabetes
  • Evita a osteoporose
  • Proporciona músculos mais fortes
  • Melhora a postura
  • Previne e melhora as dores crônicas das costas
  • Melhora a capacidade do sistema imunológico
  • Previne diversos tipos de câncer
  • Melhora a autoestima e a autoconfiança
  • Combate e evita a ansiedade
  • Descarrega o estresse
  • Previne e ajuda no tratamento da depressão
  • Melhora certas capacidades intelectuais
  • Promove a socialização
  • Auxilia na luta contra as drogas
  • Ajuda no crescimento biológico, psicológico e social
  • Aumenta o repertório psicomotor
  • Melhor rendimento escolar
  • Aumenta a capacidade funcional para as tarefas da vida diária
  • Gera sensação de bem estar
                            Adaptado de GONÇALVES, R., (2005)

Continue reading

nov 14

Dinamometria lombar (tração lombar)

O teste de dinamometria lombar é um teste que mede a capacidade de tração da musculatura lombar. A dinamometria lombar geralmente é utilizada em exames médicos, exames funcionais e ocupacionais, exames militares, avaliações físicas em escolas, clubes, academias, avaliação de desenvolvimento físico, avaliação de recuperação motora, sendo aplicada a indivíduos em estado normal de saúde, em processo reabilitação, ou de treinamento desportivo.

Equipamentos necessários

Dinamômetro lombar (dorsal), cronômetro.

Público alvo

Ideal para indivíduos adultos de ambos os sexos.

Procedimentos

Para a realização do teste de tração lombar, o avaliado deverá se posicionar em pé sobre a plataforma do dinamômetro com os joelhos completamente estendidos. O tronco ficará flexionado à frente formando um ângulo de aproximadamente 120º. O avaliado deverá posicionar a cabeça no prolongamento do tronco com o olhar fixado à frente e os braços estendidos.

O cabo do dinamômetro deverá ser ajustado de acordo com o tamanho do avaliado, de modo que ele possa segurar a barra de apoio mantendo a posição descrita anteriormente. A barra de apoio deverá estar posicionada próxima à altura do joelho do avaliado. A empunhadura de uma das mãos deverá ser dorsal e a outra palmar, tendo uma distância entre elas igual ao diâmetro bitrocantérico.

Coloca-se o ponteiro na posição zero da escala do dinamômetro e o avaliado deverá aplicar a maior força possível no movimento de extensão da coluna, utilizando os músculos da região lombar, fazendo com que a coluna fique na posição ereta.

Durante este movimento as pernas e os braços deverão permanecer estendidos, evitando que o avaliado realize qualquer tipo de movimento adicional com os membros inferiores e superiores. Continue reading

nov 11

Treinamento de musculação para idosos

old-man-exercisingBenefícios do treinamento resistido para os idosos

O treinamento de musculação (treinamento resistido) a longo prazo, quando adequadamente prescrito, pode trazer diversos benefícios para a saúde dos idosos. Dentre estes benefícios incluem-se melhorias na força, na resistência muscular e no aumento da massa muscular, o que se traduz em melhorias na capacidade funcional.

A prática de exercícios físicos melhora também a qualidade do sono, função cognitiva  e memória de curto prazo, diminui o grau de depressão, reduz  ou atrasa o aparecimento de demência, reduz risco de câncer  de cólon, mama, próstata e reto. Além disso, o treinamento resistido causa melhoria da densidade mineral óssea combatendo os efeitos da osteoporose, diminui o aparecimento de fraturas de fêmur e vértebras.

Os eventos resultantes do treinamento de musculação que levam a hipertrofia em idosos ainda não são bem compreendidos na literatura. Acredita-se que há um envolvimento maior no recrutamento de células satélites para apoiar a hipertrofia. A força relativa à massa muscular também aumenta em idosos, possivelmente por uma série de razões, incluindo aumento da capacidade de ativação neural das unidades motoras e aumento da disponibilidade de fosfato de alta energia. O treinamento resistido em idosos também aumenta a potência, reduz a dificuldade de realizar tarefas diárias, aumenta o gasto energético, melhora a composição corporal e promove sua melhor participação em atividades físicas espontâneas. Continue reading

out 21

6 Maneiras de Aplicar Conceitos de Saúde nas Aulas de Educação Física

conversasaudeA sala de aula de educação física é um ótimo lugar para incorporar uma série de conceitos de educação em saúde, mas queremos ter cuidado para não tirar o componente atividade física da classe. Isto significa que precisamos ser criativos na maneira em que nós ligamos as atividades que fazemos em sala de aula com aplicações do mundo real que os nossos alunos precisam.

Abaixo você encontrará uma lista de sugestões e recursos para seis grandes áreas em que podemos incorporar os conceitos de educação para a saúde em nossas aulas de educação física . Continue reading

abr 09

Podemos confiar nas estimativas de gastos calóricos apresentadas pelas esteiras ergométricas?

esteiraCaminhar e correr numa esteira ergométrica são exercícios muito utilizados em programas de controle do peso corporal e de redução dos fatores de risco de doenças coronárias.

Em um programa de emagrecimento, pode-se alterar o balanço energético através da redução do consumo calórico, do aumento do gasto calórico ou por ambos.

O consumo calórico pode ser avaliado por meio do hábito alimentar, usando  diários alimentares ou listas de checagem de alimentos. A interpretação destas informações permite uma prescrição correta da ingestão alimentar.

O gasto energético diário pode ser determinado pela taxa metabólica basal (60% a 70%), pelo efeito térmico dos alimentos (10%) e pelo gasto de energia  com atividade física. A atividade física corresponde cerca de 20 a 30% do gasto energético total em um indivíduo adulto e representa um componente capaz de ser facilmente manipulado. Ou seja, podemos aumentar de forma significativa o nosso gasto calórico diário com o aumento da atividade física.

A prescrição de exercícios numa esteira ergométrica, além de sua intensidade e duração, em alguns casos também requer a quantificação do gasto calórico por ela provocado. Continue reading

abr 08

Planos e eixos de movimento

ginasticaartisticaO movimento humano é descrito em diferentes dimensões com base em diferentes planos e eixos de movimento. Todos os planos e eixos são definidos em função de um movimento que ocorre em uma dada articulação e todos os movimentos são definidos em função de seus planos e de seus eixos.

Os planos são linhas imaginárias que dividem os segmentos corporais em partes nas quais descrevemos a linha ou área de trajetória de determinado movimento.

Os planos de movimento do corpo são classificados em 3 diferentes tipos: sagital, frontal e transverso.

Os eixos são linhas imaginárias que atravessam os planos de forma perpendicular. É ao redor dos eixos que os movimentos são realizados. São classificados em 3 diferentes tipos: lateral, antero-posterior e longitudinal. Continue reading