Mar 29

CLA (Acido linoléico conjugado)

claCLA é um ácido graxo poliinsaturado natural, encontrado em produtos lácteos (grande parte na gordura do leite) e carne de ruminantes (bovinos, bubalinos, ovinos e caprinos), as quais representam as duas maiores fontes de CLA na alimentação dos seres humanos. Pode-se encontrá-lo, também, em carne de cordeiro, na vitela e em menor grau na carne de suíno, frango, peru e em algumas fontes vegetais (JIANG et al, 1996; STEINHART, 1996; IP et al, 1999).

Acido linoléico conjugado é um termo que descreve os isômeros geométricos do ácido linoléico. Ele é formado no rúmen, como primeiro intermediário da bio-hidrogenação do ácido linoléico, pela enzima ácido linoléico isomerase, proveniente da bactéria anaeróbica ruminal Butyrivibrio fibrisolvens. Portanto, uma explicação plausível em relação à quantidade de CLA ser maior nos ruminantes é que a hidrólise da gordura dentro do rúmen proporciona maior produção de ácido linoléico. Continue reading

Dec 28

Diuréticos, Distúrbios Eletrolíticos e Metabólicos

Resumo

DIURÉTICOS, DISTÚRBIOS ELETROLÍTICOS E METABÓLICOS

Os diuréticos estão entre os medicamentos mais prescritos devido a sua eficácia e segurança. Nas doenças cardiovasculares , principalmente naquelas com retenção de sal e água (como na insuficiência cardíaca congestiva), e na hipertensão arterial, os diuréticos de modo geral fazem sempre parte do armamentário terapêutico. Os diuréticos potencializam todos os outros medicamentos anti-hipertensivos e fazem parte do grupo de medicamentos que comprovadamente diminuem a mortalidade em hipertensão arterial. Portanto, seu uso como monoterapia inicial ou como segunda opção, em hipertensão arterial, deve sempre ser considerado. Efeitos indesejáveis, como alterações hidroeletrolíticas (hiponatremia, hipopotassemia, hipomagnesemia, etc.), bem como distúrbios metabólicos (aumento da resistência periférica à ação da insulina, distúrbios no metabolismo lipídico e dos uratos), têm sido relatados com o uso de diuréticos. Entretanto, em doses baixas esses efeitos deletérios ficam atenuados e o efeito anti-hipertensivo, mantido. Continue reading

Dec 28

Hipoglicemia pode matar

Cérebro utiliza a glicose sangüínea como combustível

A hipoglicemia é uma alteração no metabolismo do carboidrato (não é uma doença), onde a concentração sérica (do sangue) de açúcar (glicose) encontra-se anormalmente baixa. Quando caracterizada como severa ou grave pode levar à inconsciência, coma ou até mesmo à morte.

A hipoglicemia pode ocorrer devido à negligência do atleta com a alimentação. Se um jogador opta em não fazer o café da manhã, por exemplo, seu organismo fica de 12 a 14 horas sem receber uma carga adequada de nutrientes, que pode causar hipoglicemia, se durante o almoço sua alimentação não for balanceada. Continue reading

Nov 30

Competição em altas temperaturas

Descubra quais são os sinais de desidratação e como se prevenir dos danos do calor consumindo líquidos

A ingestão de líquidos adequada ajuda a manter os níveis de energia altos, regulando a temperatura do corpo, prevenindo a exaustão por causa do calor e transportando nutrientes e energia para o tecido dos músculos.

Sinais de aviso de desidratação

Sinais agudos: náuseas, pouca concentração, tontura, irritabilidade, cansaço incomum.

Sinais crônicos: perda de apetite, urina amarela escura, pouca ou nenhuma urinação e cãibras musculares frequentes. Continue reading

Nov 29

Carnitina e gordura corporal

Suplementação à base de carnitina não reduz gordura corporal

Teste feito em ratos mostra que a perda de gordura é a mesma com ou sem a ingestão da substância. A prática de exercícios físicos é o fator preponderante.

A carnitina é uma substância muito conhecida nas academias de ginástica. Crê-se que ela é capaz de facilitar a redução de gordura corporal em pessoas que aliam sua ingestão à prática regular de exercícios. No entanto, a eficiência da carnitina está sendo questionada por uma série de pesquisas realizadas no Departamento de Histologia e Embriologia do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP.

“Durante seis semanas, fizemos experiências com ratos e constatamos que, após treinamento físico, a redução da gordura corporal entre as cobaias que foram suplementadas com carnitina foi semelhante àquela observada nas que receberam somente ração”, relata Marcelo Saldanha Aoki, pesquisador do ICB. A equipe de Saldanha dividiu os ratos utilizados no experimento em dois grupos. Em um deles, as cobaias foram submetidas a exercícios físicos de baixa intensidade e longa duração. Os animais do outro grupo permaneceram sedentários. Continue reading

Oct 29

A fadiga do hábito e o hábito da fadiga

Será que há diferença na fadiga entre uma forma de jogar mais elaborada e complexa e uma forma de jogar mais simples?

Para se jogar futsal ou futebol é imperiosa uma capacidade e habilidade de precisão decisória. As tomadas de decisão devem ser feitas mirando determinados objetivos e sempre balizadas em ideias pretendidas para a equipe, e que abordem diversos raciocínios, conjecturas, conceitos e comparações.

E quando estamos cansados, como decidimos? Temos problemas para tomar decisões? Conseguimos estar concentrados no jogar que pretendemos? Ou tendemos pelos “caminhos mais fáceis”? Continue reading

Oct 26

Fisiologia do exercício físico e hipertensão arterial: uma breve introdução

Resumo

A realização de um exercício físico provoca uma série de respostas fisiológicas nos sistemas corporais e em particular no cardiovascular. Objetivando manter a homeostasia celular diante do rápido aumento das necessidades metabólicas, há um incremento substancial do débito cardíaco, uma redistribuição do fluxo sangüíneo e uma elevação da perfusão circulatória para os músculos ativos.

Os níveis tensionais sobem durante o exercício físico e, no esforço predominantemente estático, podem alcançar cifras medidas por cateter e transdutor intra-arterial superiores a 400/250 mmHg em indivíduos jovens saudáveis, sem provocar danos à saúde. Contudo, sabe-se que o exercício físico regular – prevalentemente dinâmico ou estático – contribui para a redução da pressão arterial em hipertensos, tanto por um componente agudo tardio como pelo efeito crônico da repetição periódica e freqüente. Continue reading

Sep 28

Aspectos neuromusculares da contração muscular

Palavras-chave: impulso nervoso, neurotransmissor, membrana pré/pós sináptica, potencial de ação, ATP (adenosina trifosfato).

Transmissão sináptica neuromuscular

O sistema nervoso detecta estímulos internos e externos, tanto físico quanto musculares e glandulares. Ele é formado basicamente por células nervosas, que se interconectam de forma específica e precisa, formando os chamados circuitos neurais. Um neurônio típico é formado por: corpo celular, dendritos e axônio. Continue reading

Sep 27

Natação engorda?

A natação é um dos esportes mais praticados do mundo, sendo normalmente recomendado para pessoas com problemas respiratórios, com lesões músculo-esqueléticas e pessoas desejando perder peso. Especificamente com relação à perda de peso, acredita-se que a natação forneça um alto gasto energético por envolver um grande número de músculos em seus movimentos. No entanto, é paradoxal ver que nadadores normalmente apresentam maiores quantidades de gordura corporal em comparação com atletas de outras modalidades.

Como exemplo podemos citar um estudo da década de 1980 no qual foram comparados nadadores e corredores. Os resultados mostraram diferenças em atletas de ambos os sexos, no caso dos homens, os corredores possuíam em média 7% de gordura, enquanto os nadadores possuíam 12%, já para as mulheres os valores foram de 15 e 20%, respectivamente (Jang et al, 1987). Continue reading

Jul 29

Os efeitos da altitude na performance do atleta

As diferenças que existem quando um jogador atua numa determinada condição de ar mais rarefeito

Jogar futebol em altitudes elevadas pode ser prejudicial à performance do atleta. Mas, segundo fisiologistas, a partir de uma determinada altura, não há mais tanta diferença para o corpo a rarefação do ar.

Apresentamos a seguir os diferentes efeitos para o corpo humano se aclimatar às diferentes condições de altitude em que se disputa uma partida de futebol. Leia a seguir:
Continue reading