Jun 25

Exercícios físicos e câncer de mama

cancer de mamaO câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo. As taxas de mortalidade pelo câncer de mama continuam elevadas no Brasil, possivelmente porque o diagnóstico muitas vezes ocorre em estágios já avançados da doença. Quando diagnosticado e tratado oportunamente, o prognóstico é relativamente bom. A sobrevida média após cinco anos é de 61% na população mundial.

A qualidade de vida da paciente muitas vezes é gravemente afetada pelo tratamento de quimioterapia e a radioterapia. Continue reading

Jun 16

Seja ativo nos diferentes estágios da vida…

old_woman_walking… e tenha uma boa saúde para a vida toda.

Comer bem e ser fisicamente ativo é importante em todas as fases da vida, não importa quão jovem ou velho somos.

O fato de nossos corpos precisarem de coisas diferentes nos diferentes estágios de nossa vida, o que comemos e bebemos, os tipos e quantidades de atividades físicas e suas necessidades, podem variar ao longo da vida. As necessidades nutricionais nos primeiros anos de vida diferem, por exemplo, daquelas do período médio da infância, da adolescência e da fase adulta.

No início da vida

Desde o início, alimentação saudável e atividade física fazem uma grande diferença para a nossa saúde. O período da gravidez é um momento muito importante. A mãe deve se manter ativa e se alimentar adequadamente para dar ao seu filho o melhor começo de vida possível.

As alterações fisiológicas decorrentes de uma gravidez sem complicações, não representam nenhuma contraindicação para a prática de atividades físicas, assim como não se espera qualquer tipo de lesão ao feto. Alguns casos apresentam contraindicações relativas e absolutas de origens médicas e ginecológicas que devem ser observadas.  Continue reading

Jun 11

Exercícios físicos alternativos. Métodos baratos e eficientes para a melhoria da saúde e da qualidade de vida

aerobicoseinflamacoesConseguir benefícios para a saúde através das atividades físicas é mais fácil do que você pensa, e não necessariamente precisa custar caro.

Atualmente é recomendado que se faça pelo menos 2 horas e 30 minutos de exercícios físicos moderados por semana para quem quer se manter em forma e saudável. Esta quantidade de atividade física semanal é capaz de reduzir o risco de desenvolver doenças crônicas, como doença cardíaca coronariana, acidente vascular cerebral, diabetes tipo 2 e até morte precoce.

Clubes e academias de ginástica nem sempre agradam a todos. Porém, muitos acham que para se exercitar adequadamente é necessário um ambiente estruturado de uma academia. Não há como negar que realmente um ambiente bem estruturado e com um bom assessoramente é capaz de lhe dar um maior apoio para suas metas, além disso, é importante até mesmo para a boa motivação para a prática, além de ser um ambiente propício para aumentar seu convívio social e obter novas amizades. Continue reading

Apr 05

7 de Abril – Dia Mundial da Saúde

 

O Dia Mundial da Saúde é comemorado em 07 de abril porque essa data coincide com a data de criação da Organização Mundial da Saúde (OMS) em 1948.

O objetivo dessa comemoração é conscientizar a população a respeito da importância de manter o corpo e a mente saudáveis e também falar de alguns problemas de saúde que atingem a população mundial, alertando sobre os riscos e ensinando sobre a prevenção.

 

Jan 30

Magros também devem se exercitar

A prática de exercícios físicos não deve ser exclusividade dos obesos ou de quem pretende perder peso. Ao contrário do que grande parte das pessoas pensa, os magros devem fazer exercícios para evitar problemas cardíacos. Uma pesquisa britânica, publicada no International Journal of Obesity, constatou a relação entre a prática de exercícios físicos e níveis de colesterol.

A equipe de cientistas mediu os níveis do colesterol LDL (chamado de colesterol ruim, por bloquear as artérias do coração) em três diferentes grupos de pessoas: 37 magros que fazem exercícios, 46 magros que não se exercitam e 28 obesos adeptos da ginástica. Os pesquisadores constataram que os magros que se exercitam têm níveis bons de LDL, mas que magros e obesos que não se exercitam apresentaram níveis mais altos e semelhantes entre eles. Continue reading

Dec 06

Treinamento aeróbico para crianças

vo2criancasO volume máximo de oxigênio (VO2max) representa uma variável indispensável na avaliação da capacidade aeróbica de crianças. O VO2max aumenta ao longo da segunda infância de acordo com o aumento das dimensões corporais. Crianças com idades inferiores aos 12 anos não apresentam diferença significativas entre os gêneros, embora os meninos obtenham valores no VO2 max maiores a partir dos 5 anos de idade. Geralmente as crianças apresentam um VO2max relativamente alto (48 e 58ml/kg.min). Valores bem acima daquele que indica um bom nível de condicionamento aeróbico de sujeitos adultos (42 ml/kg/min).

Alguns estudos investigaram a diferença entre gêneros num programa de treinamento aeróbico sobre o VO2max de crianças impúberes. Um destes estudos investigou 85 crianças entre 10 e 11 anos de idade. 35 crianças (17 meninas e 18 meninos) foram envolvidas em um programa de treinamento de corrida de 13 semanas e 50 crianças (22 meninas, 28 meninos) participaram do grupo controle. Cada criança foi avaliada em um teste progressivo e contínuo em um ciclo ergômetro antes e após o período de treinamento de 13 semanas sob as mesmas condições e procedimentos. O consumo de oxigênio, dióxido de carbono, ventilação e frequência cardíaca (FC) foram monitorados continuamente durante o teste. Continue reading

Dec 04

Chance de infarto é maior em obesos aptos do que em magros inaptos

exercicioemagrecimentoA doença cardiovascular é a principal causa de mortalidade em todo o mundo e os sinais de aterosclerose estão presentes em todas as grandes artérias já na adolescência.

Um estudo longitudinal publicado no European Heart Journal demonstrou que a prática de exercícios físicos regulares durante a adolescência pode reduzir mais tarde na vida o risco de infarto do miocárdio. Outra informação bastante relevante deste estudo é que os homens que estão aptos fisicamente porém obesos na adolescência correm um maior risco de ter um ataque cardíaco do que os homens magros com baixo condicionamento aeróbico. Continue reading

Dec 01

Exercícios e síndrome da dor femoropatelar

A síndrome da dor femoropatelar (SDFP) é muito comum entre adolescentes e adultos jovens. Sua prevalência é alta porque pode ocorrer em pacientes com diferentes níveis de atividades físicas. O sintoma mais comum é a dor em torno da patela quando o indivíduo se senta com os joelhos flexionados ou quando realiza exercícios como subir escadas ou agachamentos.

A etiologia da SDFP é bastante discutida na literatura, porém um consenso ainda não foi definido. Sabe-se que alterações físicas e biomecânicas na articulação patelofemoral e desequilíbrios musculares resultam em dores o que se agrava durante as atividades funcionais. Existem diversos fatores relacionados com o equilíbrio estático e dinâmico que contribuem para o surgimento da SDFP. De etiologia multifatorial considera-se atualmente o mau alinhamento do membro inferior, o desequilíbrio da musculatura extensora, a insuficiência do vasto medial, fraqueza da musculatura do quadril, atividade excessiva, a diferença entre o início da contração muscular do vasto medial e o vasto lateral e a incongruência entre a patela e o sulco troclear como fatores contribuintes para a origem da dor anterior do joelho. Continue reading

Nov 28

Efeitos da obesidade na capacidade funcional

obesityovarianA obesidade constitui um fator agravante na redução da qualidade de vida. Esta redução muitas vezes está associada à menor capacidade funcional das pessoas obesas.

Um estudo recente avaliou a relação entre o IMC e a capacidade funcional em mulheres.

Neste estudo participaram 36 mulheres com um IMC ≥ 30 kg/m2 e 10 mulheres com peso normal (IMC entre 18 kg/m2 e 25 kg/m2). O grupo composto por mulheres obesas foi subdividido da seguinte forma: 12 mulheres com um IMC ≥ 30 e <35 (obesidade), 14 mulheres com IMC ≥ 35 e <40 (obesidade grave) e 10 mulheres com um IMC ≥ 40kg/m² (obesidade mórbida).

Todas elas foram submetidas a exames clínicos e a testes específicos que avaliaram a capacidade funcional: teste de marcha, teste de resistência aeróbica (teste de caminhada de 6 minutos), teste de potência de membros inferiores (sentar e levantar) e teste de equilíbrio. Continue reading

Nov 22

Benefícios da atividade física regular

dumbbell-clip-art1Hoje em dia está cada vez mais evidente para as pessoas a importância do exercício físico para a saúde.

São muitas as vantagens que decorrem da prática regular de atividades físicas. Estas vantagens não se limitam ao controle do peso nem aos benefícios cardiovasculares.

O quadro abaixo apresenta algumas das principais vantagens para a saúde em função de uma prática regular de atividades físicas.

 Efeitos benéficos da atividade física regular

  • Nas doenças cardiovasculares

 

 

  • Nas doenças metabólicas

 

 

  • No sistema locomotor

 

 

  • Na imunidade

 

 

  • Na saúde psicológica

 

 

  • No desenvolvimento infantil

 

 

  • Na qualidade de vida
  • Reduz e controla a pressão arterial
  • Previne as doenças coronárias
  • Melhora o colesterol e outras gorduras sanguíneas
  • Ajuda no controle do peso corporal
  • Ajuda na prevenção da diabetes
  • Evita a osteoporose
  • Proporciona músculos mais fortes
  • Melhora a postura
  • Previne e melhora as dores crônicas das costas
  • Melhora a capacidade do sistema imunológico
  • Previne diversos tipos de câncer
  • Melhora a autoestima e a autoconfiança
  • Combate e evita a ansiedade
  • Descarrega o estresse
  • Previne e ajuda no tratamento da depressão
  • Melhora certas capacidades intelectuais
  • Promove a socialização
  • Auxilia na luta contra as drogas
  • Ajuda no crescimento biológico, psicológico e social
  • Aumenta o repertório psicomotor
  • Melhor rendimento escolar
  • Aumenta a capacidade funcional para as tarefas da vida diária
  • Gera sensação de bem estar
                            Adaptado de GONÇALVES, R., (2005)

Continue reading