Dicas para atividades físicas no verão

1- Procurar o horário de menor agressividade do Sol

2- Usar proteção contra os raios UV solares cada 2h: corpo e cabeça

3- Usar proteção dos olhos para excesso de luminosidade

4- Usar roupas leves próprias para o verão: nada de roupas que impeçam a troca de calor com o ambiente: abrigos de nylon etc. Use algodão ou tecidos como “dry fit” verdadeiros, que ajudam a prevenir a desidratação e hipertermia.

5- Desidratação/rehidratação: perda de peso devido à perda de líquido do corpo após exercício físico, sendo necessário então se hidratar só com água ou isotônicos. Sinais de desidratação na atividade física: suor com muito sal, urina escura ou turva após exercício físico, perda de até 2% do peso após treino ou prova (procure descobrir pessoalmente essa informação), isso ocorre em geral após 60 a 90 minutos de exercícios. Perdas leves ou exercícios por pouco tempo reponham com água.

O uso de isotônicos é indicado se a perda for mais intensa, porém cuidado, se for diabético ou hipertenso ou doente renal, e não dê para crianças ou gestantes e lembrem que isotônico não é refrigerante nem água, é calórico (contém carboidratos) e por isso só deve ser usado apenas após as atividades esportivas, repondo os nutrientes perdidos nessas atividades.

Ainda sobre os Isotônicos, segundo a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) é indicado somente para atletas/esportistas, devendo ser prescritos por profissionais especializados como nutricionistas ou médicos. Rehidratação após a atividade física ou esportiva: na primeira hora após, tome apenas água ou suco de frutas para repor carboidratos e líquidos. Bebidas alcoólicas só após essa primeira hora.

6- Perdas de sódio e potássio. Ocorre maior risco de perda de sódio, o que leva a um quadro muito perigoso, a hiponatremia produz torpor até perda de consciência e parada cardíaca. Quanto ao potássio, também sua diminuição no sangue durante a atividade física intensa produz arritmias cardíacas perigosas.

A causa mais frequente de sua queda é pelo uso indevido de diuréticos para emagrecer (frequente nos esportistas) ou então nos tratamentos médicos. Importante alertar que comer bananas não repõe o potássio necessário, pois para ser efetiva precisaríamos comer mais de oito bananas por dia.

7- Perda de peso no verão geralmente é devida mais às perdas líquidas que, aliás, são rapidamente repostas ao se alimentar normalmente. Ao intensificar os exercícios, sem estar preparado, para emagrecer ou para conseguir atingir a seu melhor desempenho rapidamente, correm-se vários riscos: desidratação, lesões musculares, tendinites, sem falar no temido risco cardíaco de arritmias ou outras complicações dos exageros físicos.

Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia
Colaboração: Nabil Ghorayeb
Cardiologista e médico do esporte
www.cardioesporte.com.br

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *