Efeitos da obesidade na capacidade funcional

obesityovarianA obesidade constitui um fator agravante na redução da qualidade de vida. Esta redução muitas vezes está associada à menor capacidade funcional das pessoas obesas.

Um estudo recente avaliou a relação entre o IMC e a capacidade funcional em mulheres.

Neste estudo participaram 36 mulheres com um IMC ≥ 30 kg/m2 e 10 mulheres com peso normal (IMC entre 18 kg/m2 e 25 kg/m2). O grupo composto por mulheres obesas foi subdividido da seguinte forma: 12 mulheres com um IMC ≥ 30 e <35 (obesidade), 14 mulheres com IMC ≥ 35 e <40 (obesidade grave) e 10 mulheres com um IMC ≥ 40kg/m² (obesidade mórbida).

Todas elas foram submetidas a exames clínicos e a testes específicos que avaliaram a capacidade funcional: teste de marcha, teste de resistência aeróbica (teste de caminhada de 6 minutos), teste de potência de membros inferiores (sentar e levantar) e teste de equilíbrio.

As mulheres obesas apresentaram menor velocidade de marcha e passadas mais curtas. O desempenho no teste de sentar e levantar foi menor assim como o desempenho no teste de resistência. No entanto, uma vez que o estado de obesidade grave foi atingido, o ganho de peso adicional (obesidade mórbida) não diminuiu ainda mais estas capacidades funcionais de forma significativa.

O interessante deste estudo é que ele demonstra a importância de avaliar os problemas físicos relacionados aos pacientes obesos numa fase precoce da obesidade, a fim de organizar os programas de exercícios físicos e promover comportamentos de saúde adequados para esta população.

Referência:

Pataky Z.; Armand S.; Müller-Pinget S.; Golay A.; Allet L.. Effects of obesity on functional capacity. Obesity. Jun 21, 2013.



Luciano Carlos Fernandes

Professor de Educação Física – CREF 6 / MG – 4812 G
Especialista em Treinamento Desportivo – UFV
Editor do www.educacaofisica.org

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *