Light, Diet e Produto Saudável

Sentar à mesa para uma boa alimentação é um dos momentos mais agradáveis do dia. Todo um ritual é preparado desde o início da humanidade e, apesar da mudança dos hábitos alimentares através dos tempos e das regiões, esse momento continua sendo um dos mais importantes no dia-a-dia das pessoas.

Os alimentos Light & Diet fazem parte da mesa de milhões de pessoas no mundo todo. Uma busca pela alimentação saudável, rica em nutrientes balanceados, que nem sempre tem o objetivo alcançado.

No Brasil a legislação define como:Diet: alimento para fins especiais, tais como dietas com restrição de nutrientes, onde o produto não é adicionado de algum componente específico, como, por exemplo, açúcares, gorduras, sódio, etc. Não necessariamente são menos calóricos.

Light: alimento que tem redução de pelo menos 25% na quantidade de calorias ou de algum nutriente, como por exemplo, gordura, açúcar, sódio, em relação ao produto original.

Embora de acordo com a legislação, muitos produtos Light apresentam ainda um alto teor de gorduras, tornando ineficiente a ação do produto.O teor de sal é outro ponto a ser observado. Usado para dar sabor e preservar os alimentos, o sódio está geralmente presente, em altas concentrações, na maioria dos alimentos industrializados.

O mesmo cuidado deve ser tomado no caso dos produtos Diet, que mesmo sem açúcar, passam a apresentar alto teor de gordura saturada, com o objetivo de preservar o sabor.

Um exemplo disso é que alguns biscoitos cream crackers e algumas torradas prontas, muito utilizadas em dietas apresentam elevados teores de gordura hidrogenada (trans), responsável pela característica crocante dos produtos, além de concentração abusiva de sal (sódio), tornando tais alimentos desaconselháveis para quem busca reduções do peso, do colesterol ou da pressão alta.

Uma alimentação saudável é bem mais que consumir produtos Light ou Diet. Ela começa na escolha do produto nas prateleiras de forma correta. Ou seja, lendo os rótulos.

Nas suas próximas compras de alimentos, invista mais uns minutinhos para ler os rótulos. Afinal, se você quer fazer parte de uma comunidade saudável, com uma alimentação melhor, é preciso escolher bem os alimentos que você consome.

Fonte:
Sociedade Brasileira de Cardiologia

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *