Saiba treinar!!!

Milhares de praticantes de atividade física costumam se preocupar muito com a necessidade de tomar algum suplemento para melhorar o seu desempenho. Não que isso seja uma coisa errada, pois na revista supertreino já foram publicados e traduzidos vários artigos de revistas científicas e internacionais muitos casos demonstrando melhora do rendimento com o uso de algum tipo de suplemento. E esse tipo de preocupação (em “tomar” algum suplemento) ocorre desde o momento que o praticante inicia um programa de treinamento.

Mas, e o treinamento em si, não tem valor?

O Professor Benito Olmos que é um grande pesquisador na área do treinamento da musculação cita em seu livro (MUSCULAÇÃO, 2000) diversos métodos e tipos de treinamento como: intervalado, contínuo, treinamento isotônico, isométrico, isotônico-isométrico e isocinético; além das diversas séries de execução de exercícios já mundialmente conhecidas entre os praticantes de musculação, sem deixar de falar dos principais testes de carga como o teste de carga máxima e o teste de repetição máxima, sendo este último o mais recomendado para monitorar o percentual de sobrecarga a ser utilizado em um programa de musculação.

Na minha opinião, esses “itens” de treinamento citados acima nada mais é do que o centro de um programa de treinamento, onde sem uma organização deste, o atleta ou um praticante de musculação com certeza não chegará a atingir o seu objetivo final. E quando falamos em organização do treinamento, não podemos deixar de citar a palavra periodização.

Mas o que é periodização???

Segundo OLMOS (2000) para a utilização científica dos princípios de treinamento, é necessário que a programação dos conteúdos seja realizada dentro de blocos de treinamento onde é planejada a composição de cada ano, mês, semana, dia e sessão de treinamento. Este planejamento implica no acompanhamento dos resultados obtidos e na reprogramação dos conteúdos durante o processo de treinamento.

Os blocos de treinamento são divididos em macrociclo, mesociclo e microciclo. Um exemplo de macrociclo seria um ano de treinamento, e o mesociclo seria um grupo de meses de treinamento e o microciclo seria as semanas de treinamento, e mais ainda, dentro do microciclo temos as sessões de treinamento que são os dias de treinamento.

E é dentro das sessões de treinamento que iremos citar exemplos importantes principalmente dentro do treinamento da musculação que é muito preconizado por Benito Olmos, ou seja, a variação das cargas de treinamento dentro dos blocos de treinamento. OLMOS (2000) cita um exemplo de seis dias ou sessões de treinamento em um microciclo conforme tabela abaixo:

TABELA 1: Combinação entre volume e intensidade dentro de um microciclo com seis dias ou sessões de treinamento. Adaptado de OLMOS (2000).

DIA – SESSÃO

INTENSIDADE

VOLUME

FRACA

ALTO

MÉDIA

BAIXO

FORTE

BAIXO

FRACA

MÉDIO

MUITO FORTE

BAIXO

FRACA

BAIXO

Essa alteração do volume e intensidade fazem parte de qualquer programa de treinamento e lógico, DEVEM fazer parte de um programa de musculação, ou seja, não existe um programa de treinamento de musculação onde as séries e cargas não se alteram até uma nova mudança de programa de treinamento.

Essas variações de cargas devem sempre estar presentes nos programas e planilhas de treinamento de musculação principalmente, e este tipo de variação de carga já foi demonstrado em muitos artigos feitos e traduzidos pelo professor Benito Olmos.

Mas às vezes vocês podem se perguntar:

SE O PROFESSOR JÁ FALOU SOBRE ESTE ASSUNTO, PORQUE VOCÊ ESTÁ ESCREVENDO DE NOVO?

É que constantemente, as pessoas me procuram ou me escrevem para saber se este ou aquele suplemento e de que forma deve ser feita a suplementação para melhorar o seu desempenho. E sempre digo que o principal para se chegar ao objetivo como hipertrofia, força, emagrecimento é como você treina, a organização de seu treinamento, um treinamento feito de forma organizada e principalmente com embasamento científico. E essa organização do treinamento está muito bem detalhada no livro Treinamento Desportivo do Prof. Benito Olmos editado pela editora Sprint. Então leia e estude.

Ou melhor, SAIBA TREINAR!! BONS TREINOS!!

Prof. Ms. Fabiano Peres
profabiano@hotmail.com
Mestre em Educação Física pela UNIMEP
Especialista em Fisiologia do Exercício pela UNIFESP
Graduado em Educação Física pela UNESP
Membro da Sociedade Brasileira de Fisiologia do Exercício
Professor e coordenador do curso de Educação Física da Universidade São Francisco (USF) – Bragança Paulista
Professor do curso de Especialização em Medicina Esportiva da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP/ IOT)
Professor do curso de Educação Física do UNIFAE – São João da Boa Vista

One thought on “Saiba treinar!!!

  1. Pingback: Treinamento intervalado em esteira | educacaofisica.org

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *