Jun 26

Fatores que podem interferir na tomada de decisão do árbitro de futebol

Presença de barulho da multidão condicionando a marcação de infrações, desvantagem do time anfitrião no marcador, tempo de acréscimo e pagamentos sociais têm relação direta com atuação

Os árbitros de futebol são preparados para interpretar as regras do futebol de forma imparcial durante uma partida. Porém, eles podem mostrar um poder discricionário considerável, em particular ao acrescentar tempo extra, marcar penalidades, usar os cartões amarelos ou vermelhos e decidir os tiros livres ou impedimentos. Como consequência, os árbitros têm uma influência muito importante no resultado final de uma partida de futebol.

Vários estudos publicados em revistas científicas demonstraram uma gama de fatores que podem interferir na toma de decisão do árbitro no transcorrer de uma partida. Portanto, o objetivo deste trabalho foi fazer um levantamento destes estudos e apresentar de forma resumida suas conclusões.

Recentemente o técnico de futebol Vanderlei Luxemburgo comentou em várias emissoras de televisão que ele havia observado e tinha gravado em uma fita de vídeo uma partida de futebol sem a presença de torcedores. Nesta partida o árbitro apresentou menos cartões e várias faltas sinalizadas pelos árbitros quando o estádio esta cheio de torcedores lá não foram marcadas. Ou seja, na prática ele observou que o comportamento do árbitro durante uma partida sem torcida era totalmente diferente do seu comportamento quando o estádio estava tomado por uma multidão. Esta observação foi objeto de alguns estudos. Continue reading

Jun 23

Estresse prejudica desempenho na cobrança de pênalti

O estresse interfere diretamente no desempenho dos jogadores de futebol. De acordo com uma pesquisa realizada no Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP, em situações como cobrança de pênalti o estresse afeta consideravelmente a resposta motora.

Em sua tese de doutorado defendido no ICB, o pesquisador Nelson Toshiyiki Miyamoto pediu para voluntários executarem uma tarefa que simulava em computador alguns aspectos das cobranças de pênalti do futebol. Os testes foram separados em duas situações: voluntários sozinhos e sob pressão de torcida. Nesta última condição, os voluntários não ultrapassaram 80% de aproveitamento, mesmo o goleiro dando pistas de que iria pular para um dos lados e o cobrador tendo tempo para escolher o lado para o qual chutar. Continue reading
Apr 29

Apito ‘caseiro’ vira regra em jogos de futebol

Dissertação de mestrado revela que árbitros são mais tolerantes com jogadores de equipes mandantes

 

Em uma partida de futebol, os times que jogam “em casa” são menos penalizados com cartões, ou seja, contariam em tese com uma maior “complacência” dos árbitros. Foi o que apontou a pesquisa feita por Vanessa Bellissimo para obtenção do título de mestre na Faculdade de Educação Física (FEF). Seu objetivo foi analisar uma possível diferença entre o número de cartões amarelos e vermelhos aplicados pelo árbitro em razão do mando de jogo e da posição ocupada pelos jogadores em campo. O padrão de arbitragem também foi analisado.

Vanessa tomou como objeto 2.352 partidas realizadas nos campeonatos Paulista e Brasileiro da Série A, de 2003 a 2006. “Eu tinha a percepção de que as penalidades aplicadas pela arbitragem eram significativas, e que isso deveria ser levado em consideração na análise de uma partida de futebol”, explica. Continue reading