Sep 11

Segurança cardiovascular e hipertensão arterial

A hipertensão, definida como pressão sistólica maior ou igual a 140 mmhg e diastólica maior ou igual a 90 mmhg, é uma condição mórbida presente em grande parte da população, relacionada à cerca de 40% dos óbitos no país. No Brasil estima-se que entre vinte a trinta milhões de pessoas sejam hipertensas entre crianças e adultos (FARINATTI, 2002).

Além da nem sempre indispensável intervenção medicamentosa, a mudança nos hábitos de vida é notoriamente uma prática favorável no sentido de se melhorar a qualidade de vida de indivíduos hipertensos. Esta mudança passa entre outras coisas por uma melhora nos hábitos alimentares e na prática regular de atividades físicas.

O AMERICAN COLLEGE OF SPORTS MEDICINE (2000) coloca que a prescrição de atividades físicas deve primar por aquelas que visem à melhora da condição aeróbia e de força muscular. Indivíduos hipertensos, porém, necessitam de uma análise que leve em consideração as especificidades de sua patologia, no que diz respeito ao sucesso do procedimento e da segurança oferecida a este organismo. Continue reading

Apr 30

A musculação e a saúde do sistema cardiovascular

Muito se fala sobre os benefícios da musculação sobre o sistema cardiovascular. Trabalhos realizados por laboratórios de fisiologia do exercício, de reabilitação cardíaca, clínicas específicas, hospitais do mundo inteiro e revistas científicas internacionais continuam mostrando os reais benefícios deste tipo de atividade física principalmente para o sistema cardiovascular.

 Mesmo sabendo de tudo isto, muitos médicos, professores em Educação Física, fisioterapeutas e outros profissionais da área da saúde acabam “desacreditando” desses reais benefícios. Mas por que???? Continue reading