Jun 11

Exercícios físicos alternativos. Métodos baratos e eficientes para a melhoria da saúde e da qualidade de vida

aerobicoseinflamacoesConseguir benefícios para a saúde através das atividades físicas é mais fácil do que você pensa, e não necessariamente precisa custar caro.

Atualmente é recomendado que se faça pelo menos 2 horas e 30 minutos de exercícios físicos moderados por semana para quem quer se manter em forma e saudável. Esta quantidade de atividade física semanal é capaz de reduzir o risco de desenvolver doenças crônicas, como doença cardíaca coronariana, acidente vascular cerebral, diabetes tipo 2 e até morte precoce.

Clubes e academias de ginástica nem sempre agradam a todos. Porém, muitos acham que para se exercitar adequadamente é necessário um ambiente estruturado de uma academia. Não há como negar que realmente um ambiente bem estruturado e com um bom assessoramente é capaz de lhe dar um maior apoio para suas metas, além disso, é importante até mesmo para a boa motivação para a prática, além de ser um ambiente propício para aumentar seu convívio social e obter novas amizades. Continue reading

Dec 08

Fase de polimento para atletas de resistência

Os atletas de fundo muitas vezes se concentram em otimizar o desempenho em apenas um ou dois grandes eventos esportivos durante toda uma temporada. Geralmente afunilam ou reduzem drasticamente o volume de seus treinamentos antes das competições mais importantes. Este caracteriza o que chamamos de polimento.

O polimento é definido como uma fase de redução em curto prazo na carga de treinamento durante um período que antecede a um evento competitivo. Esta estratégia se tornou muito popular e é comum a incorporação de um período de redução gradual do treinamento durante vários dias antes de uma competição importante.

BOMPA (2002) define este período como um período reservado para o treinamento específico antes de uma competição importante com intuito de remover a fadiga e facilitar a ocorrência da supercompensação através de um decréscimo das cargas de treinamento.

Uma ideia equivocada, porém comum sobre a fase de polimento, é que a redução da intensidade do treino ou do volume imediatamente antes de uma competição pode diminuir o desempenho do exercício através do destreinamento. Continue reading

Jun 26

Benefícios da Bicicleta

benficios-da-bike-dentroPara quem quer emagrecer e melhorar o condicionamento físico, mas sente que a caminhada não é assim, tão motivadora, uma boa opção é pedalar. Dentro ou fora das academias, o exercício feito em bicicletas pode resultar numa série de benefícios, como aumento da capacidade cardiorrespiratória e redução do peso corporal. A prática está entre uma das melhores para prevenir e tratar hipertensão, infarto do miocárdio e colesterol alto, entre outras doenças.

Em uma hora de pedaladas é possível perder entre 300 e 500 calorias. “O consumo vai depender da carga e velocidade.

Portadores de cardiopatias, diabéticos e hipertensos se beneficiam mais do exercício quando ele é praticado no fim da tarde. O mais importante, contudo, é manter um horário fixo, para que o organismo se adapte melhor. Pessoas cardíacas devem consultar um médico para verificar se podem exercitar-se sem riscos.

No ciclismo, assim como na natação, existe a vantagem da eliminação do efeito do peso corporal, mas é fundamental que o exercício seja constante. Se o objetivo é emagrecer ou conseguir condicionamento, as pedaladas não podem ser em ritmo de passeio.

Para andar nas ruas, aliás, é preciso encontrar um espaço adequado, evitando paradas de semáforos, por exemplo, que podem prejudicar a qualidade do exercício, já que quebram a continuidade.

No mais, na rua ou na academia, é preciso adotar uma série de cuidados com relação ao equipamento. Ele deve ser ajustado às condições corporais de cada pessoa para que o exercício seja bem feito e não cause problemas. Continue reading

Jun 25

As dúvidas mais frequentes sobre Spinning

Um indivíduo que deseja hipertrofia de membros inferiores pode praticar spinning todos os dias.

Fato: Neste caso, devemos apenas considerar fatores como a intensidade e associação entre as aulas sugeridas pelo Programa Spinning e os treinamentos de hipertrofia de membros inferiores realizados na sala de Musculação.

Atividade prejudicial às articulações do joelho pela sobrecarga e repetitividade.

Mito: Em relação à sobrecarga, a mesma poderá ser estipulada individualmente, e deverá ser usada sempre para que a inércia produzida pela roda possa ser com isto reduzida. Quanto à repetitividade, não podemos considerar excessiva para uma atividade de apenas 45 minutos contanto que sejam respeitados os fatores de segurança sugeridos pelo Programa Spinning, como por exemplo não exceder 110 rotações por minuto em nenhuma das técnicas sugeridas¹. Continue reading

Jun 25

Cadência de pedaladas, pedivelas e a eficiência mecânica no ciclismo de estrada

Em 1988, Hull e Gonzáles verificaram que a combinação do tamanho correto de pedivelas com a freqüência de pedaladas do ciclista levam a um bom rendimento mecânico. Foi concluído pelos mesmos que na medida em que aumenta o tamanho das pernas do ciclista, deve-se aumentar o tamanho das pedivelas em conjunto com a adequação da cadência de pedaladas. Eles verificaram que aumentando o tamanho dos músculos (comprimento), aumenta o alcance de trabalho dos mesmos; e aplicando um pouco de Física e Biomecânica viram que aumentando as pedivelas, aumentam os ângulos de trabalho das articulações e assim se aperfeiçoa o trabalho muscular. Continue reading

Jun 21

Controle de intensidade no ciclismo indoor

Muito tem se discutido sobre as formas diretas e indiretas de avaliar o esforço físico de cada indivíduo. Pois, o controle da intensidade propicia a realização de um exercício seguro e ajustado aos objetivos de cada praticante, visando benefícios, em médio e longo prazo, com menor risco de lesões e sobrecargas. Entretanto, nota-se uma grande dificuldade para adequar os percentuais de frequência cardíaca e entender como utilizar a Percepção Subjetiva de Esforço (PSE).

No Ciclismo Indoor (CI) a intensidade corresponde à somatória de algumas variáveis como cadência da pedalada, resistência na roda, frequência cardíaca, duração e técnica. Entretanto, o equipamento utilizado geralmente não possui indicador de carga ou potência gerada. Sendo assim, o meio mais comum para prescrever e controlar a intensidade de esforço é a Frequência Cardíaca (FC) (SILVA et al., 2004). Continue reading

Jun 20

Pesquisa demonstra que cafeína melhora desempenho de ciclistas

Ciclistas que ingerem cafeína anidra uma hora antes da realização de exercício de curta duração, em competições, podem ter melhor desempenho na prova. Este foi o resultado da pesquisa feita pelo profissional de Educação Física Leandro Ricardo Altimari, depois de realizar mais de cem testes físicos, em uma parceria entre os laboratórios de Estudos Eletromiográficos e o de Fisiologia do Exercício, ambos da Faculdade de Educação Física (FEF).

Orientado pelo professor Antonio Carlos de Moraes, Altimari concluiu que a ingestão de seis miligramas de cafeína por quilo de peso corporal aumenta o tempo de exaustão e atenua a taxa de fadiga muscular do atleta. Isto significa que o ciclista se mantém mais tempo fazendo exercício de alta intensidade. Continue reading