Jun 25

Exercícios físicos e câncer de mama

cancer de mamaO câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo. As taxas de mortalidade pelo câncer de mama continuam elevadas no Brasil, possivelmente porque o diagnóstico muitas vezes ocorre em estágios já avançados da doença. Quando diagnosticado e tratado oportunamente, o prognóstico é relativamente bom. A sobrevida média após cinco anos é de 61% na população mundial.

A qualidade de vida da paciente muitas vezes é gravemente afetada pelo tratamento de quimioterapia e a radioterapia. Continue reading

Jun 16

Seja ativo nos diferentes estágios da vida…

old_woman_walking… e tenha uma boa saúde para a vida toda.

Comer bem e ser fisicamente ativo é importante em todas as fases da vida, não importa quão jovem ou velho somos.

O fato de nossos corpos precisarem de coisas diferentes nos diferentes estágios de nossa vida, o que comemos e bebemos, os tipos e quantidades de atividades físicas e suas necessidades, podem variar ao longo da vida. As necessidades nutricionais nos primeiros anos de vida diferem, por exemplo, daquelas do período médio da infância, da adolescência e da fase adulta.

No início da vida

Desde o início, alimentação saudável e atividade física fazem uma grande diferença para a nossa saúde. O período da gravidez é um momento muito importante. A mãe deve se manter ativa e se alimentar adequadamente para dar ao seu filho o melhor começo de vida possível.

As alterações fisiológicas decorrentes de uma gravidez sem complicações, não representam nenhuma contraindicação para a prática de atividades físicas, assim como não se espera qualquer tipo de lesão ao feto. Alguns casos apresentam contraindicações relativas e absolutas de origens médicas e ginecológicas que devem ser observadas.  Continue reading

Jun 11

Exercícios físicos alternativos. Métodos baratos e eficientes para a melhoria da saúde e da qualidade de vida

aerobicoseinflamacoesConseguir benefícios para a saúde através das atividades físicas é mais fácil do que você pensa, e não necessariamente precisa custar caro.

Atualmente é recomendado que se faça pelo menos 2 horas e 30 minutos de exercícios físicos moderados por semana para quem quer se manter em forma e saudável. Esta quantidade de atividade física semanal é capaz de reduzir o risco de desenvolver doenças crônicas, como doença cardíaca coronariana, acidente vascular cerebral, diabetes tipo 2 e até morte precoce.

Clubes e academias de ginástica nem sempre agradam a todos. Porém, muitos acham que para se exercitar adequadamente é necessário um ambiente estruturado de uma academia. Não há como negar que realmente um ambiente bem estruturado e com um bom assessoramente é capaz de lhe dar um maior apoio para suas metas, além disso, é importante até mesmo para a boa motivação para a prática, além de ser um ambiente propício para aumentar seu convívio social e obter novas amizades. Continue reading

Jan 30

Magros também devem se exercitar

A prática de exercícios físicos não deve ser exclusividade dos obesos ou de quem pretende perder peso. Ao contrário do que grande parte das pessoas pensa, os magros devem fazer exercícios para evitar problemas cardíacos. Uma pesquisa britânica, publicada no International Journal of Obesity, constatou a relação entre a prática de exercícios físicos e níveis de colesterol.

A equipe de cientistas mediu os níveis do colesterol LDL (chamado de colesterol ruim, por bloquear as artérias do coração) em três diferentes grupos de pessoas: 37 magros que fazem exercícios, 46 magros que não se exercitam e 28 obesos adeptos da ginástica. Os pesquisadores constataram que os magros que se exercitam têm níveis bons de LDL, mas que magros e obesos que não se exercitam apresentaram níveis mais altos e semelhantes entre eles. Continue reading

Nov 22

Benefícios da atividade física regular

dumbbell-clip-art1Hoje em dia está cada vez mais evidente para as pessoas a importância do exercício físico para a saúde.

São muitas as vantagens que decorrem da prática regular de atividades físicas. Estas vantagens não se limitam ao controle do peso nem aos benefícios cardiovasculares.

O quadro abaixo apresenta algumas das principais vantagens para a saúde em função de uma prática regular de atividades físicas.

 Efeitos benéficos da atividade física regular

  • Nas doenças cardiovasculares

 

 

  • Nas doenças metabólicas

 

 

  • No sistema locomotor

 

 

  • Na imunidade

 

 

  • Na saúde psicológica

 

 

  • No desenvolvimento infantil

 

 

  • Na qualidade de vida
  • Reduz e controla a pressão arterial
  • Previne as doenças coronárias
  • Melhora o colesterol e outras gorduras sanguíneas
  • Ajuda no controle do peso corporal
  • Ajuda na prevenção da diabetes
  • Evita a osteoporose
  • Proporciona músculos mais fortes
  • Melhora a postura
  • Previne e melhora as dores crônicas das costas
  • Melhora a capacidade do sistema imunológico
  • Previne diversos tipos de câncer
  • Melhora a autoestima e a autoconfiança
  • Combate e evita a ansiedade
  • Descarrega o estresse
  • Previne e ajuda no tratamento da depressão
  • Melhora certas capacidades intelectuais
  • Promove a socialização
  • Auxilia na luta contra as drogas
  • Ajuda no crescimento biológico, psicológico e social
  • Aumenta o repertório psicomotor
  • Melhor rendimento escolar
  • Aumenta a capacidade funcional para as tarefas da vida diária
  • Gera sensação de bem estar
                            Adaptado de GONÇALVES, R., (2005)

Continue reading

Apr 04

Exercício físico e saúde mental

Todos nós sabemos o quanto o exercício é importante para a manutenção da nossa saúde física. Mas você sabia que o exercício também pode ajudá-lo a se manter mentalmente saudável?

Diversas pesquisas têm nos mostrado que as pessoas que se exercitam regularmente têm melhor saúde mental e bem-estar emocional e taxas mais baixas de doenças mentais.

A prática de exercícios parece reduzir o risco de desenvolver doenças mentais. Também parece ajudar no tratamento de algumas condições de saúde mental, como depressão e ansiedade.

Por exemplo, para depressão leve, pesquisas sugerem que a atividade física regular pode ser tão eficaz quanto antidepressivos ou tratamentos psicológicos como a terapia cognitivo-comportamental.

Continue reading

Aug 15

Treinamento com medicine ball

med-ball-chest=pass-02122011Recentemente muitos novos produtos têm ajudado a adicionar novas possibilidades ao treinamento nas academias, no treinamento desportivo e na reabilitação. O medicine ball é um destes produtos. Constitui-se numa bola pesada que serve para realizar exercícios físicos condicionantes e terapêuticos.

Há relatos bastante antigos do uso terapêutico do medicine ball, quase 2 mil anos atrás. Por volta de 1800, o exército norte americano utilizava o medicine ball para condicionar fisicamente seus soldados. Na Europa, na década de 1920 utilizava-se o medicine ball para a reabilitação da função muscular em pacientes idosos. Alguns anos depois, em meados de 1930, o medicine ball tornou-se mais popular nos Estados Unidos, quando o médico da Casa Branca,  Joel Boone inventou um jogo usando o medicine ball para manter o presidente Edgar Hoover fisicamente ativo. O jogo chamado de Hoover Ball  era jogado com equipes de dois a quatro jogadores. O objetivo era jogar o medicine ball por cima de uma rede, semelhante ao voleibol atual.

Apesar de muito antigo, ainda é pouco difundido aqui no Brasil; mas aos poucos está aparecendo com bastante força no mercado. A ascensão do treinamento funcional no mercado fitness tem proporcionado ainda mais sua divulgação. Com novas tecnologias, os medicine balls atuais se tornaram mais versáteis para o uso por parte dos profissionais da saúde.

Treinamentos com medicine ball representam um meio eficaz para a melhoria da força muscular, resistência e capacidade funcional. É um treinamento que pode ser aplicado a qualquer pessoa, desde iniciantes em academias para fins de condicionamento físico e estética e até mesmo por atletas avançados que buscam objetivos específicos em suas preparações esportivas. Continue reading

Jun 04

Atividade física e varizes (doenças vasculares periféricas)

As doenças vasculares periféricas (DVP) envolvem um grupo de doenças crônico degenerativas e síndromes que afetam os sistemas arteriais, venosos e linfáticos, como resultado de anormalidades funcionais e/ou estruturais (1, 3). Caracterizando-se como um problema de circulação que provoca estreitamento, obstrução, ou ambos, dos vasos que conduzem o sangue ou a linfa para braços e pernas, prejudicando o fluxo normal (1,2). Desta forma, a troca de material entre o sangue e os tecidos, o fornecimento de nutrientes, a remoção de produtos do metabolismo, a defesa e o reparo de tecidos fica comprometida (5), refletindo na saúde e qualidade de vida das pessoas.

Fatores de risco

Pessoas acima dos cinquenta anos, do sexo feminino e que apresentam histórico familiar de DVP, são mais suscetíveis ao aparecimento e desenvolvimento destas doenças (1). Estes fatores não são passíveis de mudança, sendo classificados como fatores de risco fixos.

Entretanto, a maior parte dos fatores de risco das DVPs, apresenta grande possibilidade de intervenção preventiva ou terapêutica. Notem, por exemplo, que os países industrializados e os em desenvolvimento são campeões em prevalência de DVP (1,3), demonstrando que o estilo de vida da maioria das pessoas por si só, já é potencialmente um fator de risco. Inclui-se nestes fatores chamados modificáveis: o tabagismo, o estresse, o sedentarismo, a hipertensão, a diabetes mal controlada, a obesidade e outras doenças cardiovasculares (1,6). Continue reading

Jun 03

Atividade física e tabagismo

cigarroapagueA Organização Mundial da Saúde aponta o tabagismo como a principal causa de morte evitável do mundo e o tabagismo passivo como a terceira causa, ficando atrás somente do alcoolismo (World Health Organization; 2008; INCA, 2009).

Os números que cercam o tabagismo e a indústria tabagista são impressionantes: 1,5 bilhões de indivíduos, maiores de 15 anos, são tabagistas, que consomem mais de 7 trilhões e 30 bilhões de cigarros anualmente, o que equivale a 200.000 quilos de nicotina diária (Rosemberg, 2002; Banco Mundial, 1999; Clinical Practice Guideline Treating Tobacco Use and Dependence 2008), que causam impactos ambientais e socioeconômicos monstruosos (Ministério da Saúde 2004). Continue reading

May 30

Companhia é incentivo comprovado para fazer exercícios

companhiaConvidar um amigo ou parente para fazer exercícios físicos em conjunto é uma motivação a mais para quem quer começar a fazer ginástica. O benefício foi comprovado por um estudo realizado no Observatório de Saúde Urbana de Belo Horizonte (OSUBH) da Faculdade de Medicina da UFMG, coordenado pelos professores Waleska Caiaffa e Fernando Proietti, do programa de pós-graduação em Saúde Pública. A pesquisa revela que ter uma companhia para a prática de atividades físicas pode dobrar as chances de manter o hábito e melhorar a qualidade de vida.

A pesquisa classificou adultos com idades entre 18 e 69 anos das regiões Oeste e Barreiro, em Belo Horizonte, em três grupos: inativos, insuficientemente ativos e ativos. Continue reading