Aug 31

Cai o número de brasileiros que joga futebol no lazer

futebolelazerA paixão dos brasileiros pelo futebol pode ser grande, mas o número de pessoas que faz do esporte uma atividade física de lazer caiu. De 2006 a 2012, o percentual foi de 9,1% para 7,2%, uma redução de 20% em sete anos.

O futebol foi ultrapassado pela musculação/ginástica (aumento de 7,9% para 11,2%) e se tornou a terceira atividade física mais praticada nas horas de folga dos brasileiros. Em primeiro está a caminhada (em torno de 18% entre 2006 e 2012). Continue reading

Jun 28

Adequação física à periodização tática

Uma abordagem em função à preparação do jogo

Para que possamos compreender o presente texto, faz-se necessário algum conhecimento sobre treinamento desportivo e periodização tática no futebol. Pois bem, vejamos, a seguir, o trecho escrito por Teodorescu (2003), adaptado, no que diz respeito à metodologia da preparação da equipe para o jogo, mais especificamente em relação à gradação e alternância do esforço:“Como padrão do esforço, consideraremos, convencionalmente, aquele que se emprega no jogo oficial, ao qual se atribui o índice 100. Esse índice 100 é geralmente apreciado como esforço maximal, sendo considerado ponto máximo de solicitação em esforço, ponto máximo da intensidade. Mas, ponto máximo da intensidade do esforço no ciclo semanal pode também ser considerada como uma intensidade que ultrapassa ou se situa abaixo de 100, mas que representa a mais intensa solicitação na respectiva semana”. Continue reading
Jun 28

Jogadores de futebol têm deficiências na alimentação

Pesquisa na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP avaliou jovens jogadores de futebol e concluiu que nenhum dos atletas ingere a quantidade de vitaminas E e A recomendada. De acordo com o estudo, parte deles (35%) também não ingere o necessário de vitamina C. Além disso, foi detectada uma dieta muito elevada em proteínas e gorduras, e pobre em carboidratos, isto é, em açúcares. Segundo a autora do estudo, a nutricionista Francine Milani, os carboidratos são os principais combustíveis alimentares, principalmente por se tratar de atletas. Associado a isto, a pesquisa detectou danos aos componentes lipídicos e protéicos celulares do corpo, o que pode comprometer o desempenho e saúde dos jogadores.

Esses resultados, diz Francine, preocupam, pois a demanda física elevada a que os jogadores são submetidos, associada a uma alimentação inadequada, pode levar os atletas ao estresse oxidativo, ou seja, ocorre um desequilíbrio em favor da formação acentuada de radicais livres pelo corpo e ao combate das defesas antioxidantes, o que faz os atletas sofrerem mais lesões, fadiga precoce, prejuízo na fase de recuperação pós exercício ou jogo, diminuição na função imunológica e aumento de inflamações. Com esse quadro, diz, eles têm mais chances de adoecer e, consequentemente, também influencia na performance do atleta. “Por se tratar de adolescentes, esses efeitos podem ocasionar problemas no crescimento e no desenvolvimento”, afirma Francine. Continue reading

Jun 26

Métodos de ensino-aprendizado-treinamento no futebol e no futsal

A combinação dos diversos métodos parece ser a forma mais apropriada, tendo como ponto crucial o momento que deve ser introduzido um tipo de exercício ao treinamento

A aprendizagem consiste na alteração de um comportamento. No contexto das modalidades esportivas coletivas, isso implica tanto em mudanças nos aspectos motores quanto em aspectos cognitivos do desempenho. Nessas modalidades esportivas, o processo de aprendizagem (treinamento) se torna um pouco mais complexo em razão da interação da resposta motora com a tomada de decisão (cognitiva).

Além disso, o desempenho esportivo, nessas modalidades, é executado em um ambiente aberto sob várias condições de oposição e cooperação, que aumentam bastante a imprevisibilidade do gesto esportivo. Esta característica do jogo tem de ser considerada no processo de ensino-aprendizagem e no desenvolvimento dos métodos de treinamento.

A aprendizagem do futebol é um tema que tem gerado muita polêmica entre estudiosos e treinadores, principalmente devido à existência de diversos métodos. Algumas indagações que envolvem esses métodos são: qual será o método que propicia melhor aprendizagem da técnica? A inteligência e a criatividade dos jogadores são aprimoradas da mesma forma por todos os métodos? Qual método provoca maior rapidez na aprendizagem de jogar o jogo?

Pensando nestas indagações, buscaremos abordar neste artigo, por revisão de literatura, os métodos utilizados no treinamento técnico e tático do futebol dividindo-os em três grandes classes: analítico, global e integrado.

Além de caracterizá-los, vamos também apontar suas vantagens e desvantagens. Dentro da literatura e da prática surgem diversos tipos de treinamento, com diferentes nomenclaturas, escolhemos dividir em três grandes classes para tentar facilitar a comparação entre os tipos de metodologia. Continue reading

Jun 26

Fatores que podem interferir na tomada de decisão do árbitro de futebol

Presença de barulho da multidão condicionando a marcação de infrações, desvantagem do time anfitrião no marcador, tempo de acréscimo e pagamentos sociais têm relação direta com atuação

Os árbitros de futebol são preparados para interpretar as regras do futebol de forma imparcial durante uma partida. Porém, eles podem mostrar um poder discricionário considerável, em particular ao acrescentar tempo extra, marcar penalidades, usar os cartões amarelos ou vermelhos e decidir os tiros livres ou impedimentos. Como consequência, os árbitros têm uma influência muito importante no resultado final de uma partida de futebol.

Vários estudos publicados em revistas científicas demonstraram uma gama de fatores que podem interferir na toma de decisão do árbitro no transcorrer de uma partida. Portanto, o objetivo deste trabalho foi fazer um levantamento destes estudos e apresentar de forma resumida suas conclusões.

Recentemente o técnico de futebol Vanderlei Luxemburgo comentou em várias emissoras de televisão que ele havia observado e tinha gravado em uma fita de vídeo uma partida de futebol sem a presença de torcedores. Nesta partida o árbitro apresentou menos cartões e várias faltas sinalizadas pelos árbitros quando o estádio esta cheio de torcedores lá não foram marcadas. Ou seja, na prática ele observou que o comportamento do árbitro durante uma partida sem torcida era totalmente diferente do seu comportamento quando o estádio estava tomado por uma multidão. Esta observação foi objeto de alguns estudos. Continue reading

Jun 26

Relação sexual e performance

disfuncaoeretilA famosa “concentração” é uma prática bem antiga que persiste até hoje. Dentre seus objetivos está o de manter o atleta longe do sexo no(s) dia(s) anterior(es) à competição. A favor dela estão os conservadores e contra estão, obviamente, os(as) atletas e respectivos(as) companheiros(as). É muito comum ouvirmos em noticiários que determinado jogador fugiu da “concentração” e causou transtornos para o time, ou que a atividade sexual do atleta foi a culpada pelo mal resultado na competição. Além do detrimento à performance também é muito comentado que a relação sexual prejudicaria a concentração e diminuiria os níveis de testosteronas, prejudicando, nesse caso, o processo de hipertrofia. Continue reading

Jun 25

Arritmia Cardíaca É Coisa Séria

Recentemente um futebolista de alto nível teve descoberta uma grave arritmia durante os exames anuais. Jogador sempre saudável, é profissional há muitos anos, por isso seu problema surpreendeu a todos. Como isso pode acontecer? Quem está sujeito a isso? E o tratamento resolve? A essas perguntas, feitas até por muitos médicos, as respostas servem para todos, nós atletas, esportistas e população em geral.

Em primeiro lugar vale lembrar conceitos antigos que se mantém atuais: “O esporte não é vacina contra as doenças, como não é também seguro de vida”.

Vários estudos da Medicina Esportiva e principalmente da Cardiologia aplicada ao Exercício e do Esporte, tanto na Europa como aqui no Brasil, concluíram que a pratica física intensa, comum entre atletas de alto nível e mesmo em esportistas amadores, ao contrário do que se imaginava, leva à uma queda da imunidade geral, predispondo a viroses mais comuns, como as gripes fortes e outras. Essas viroses, numa baixa porcentagem, algo como 5 a 7 %, podem atingir alguns órgãos dentre eles o coração, provocando sua inflamação, seja na película que o reveste chamada de pericárdio, provocando a pericardite, seja no próprio músculo cardíaco, o miocárdio provocando a miocardite.

Dentre as complicações possíveis da miocardite, a ARRITMIA grave é uma delas, que pode aparecer em repouso ou durante uma atividade física. Algumas formas das arritmias são de alto risco. O seu diagnóstico e tratamento é individualizado e o resultado varia de caso a caso. Nos últimos anos estes problemas aumentaram pelos exageros das atividades físicas em geral. Continue reading

Jun 25

Motricidade Humana e futebol

Esporte bretão é um dos aspectos da motricidade humana onde o humano é, quase sempre, mais do que a soma das partes

A Ciência da Motricidade Humana (CMH), teorizada por alguns brasileiros e por mim, teve como precursores: Jean Le Boulch e Pierre Parlebas, na França; José Maria Cagigal, na Espanha; Nelson Mendes, em Portugal e João Paulo Subirá Medina, no Brasil. Este, no seu livro A Educação Física cuida do corpo e… “mente”, fundamentado no que estudara em Bachelard e Althusser, afirma que: “A Educação Física precisa entrar em crise, urgentemente”, para que o crescimento e o desenvolvimento nela aconteçam. Palavras proféticas estas, escritas em 1982 e em sintonia com o que se passava nos outros ramos do saber, os quais sofriam inapagáveis mudanças de paradigma. Continue reading