Aug 03

Creatina e exercícios melhoram fragilidade em idosas

creatinaeexerciseA suplementação de creatina aliada ao treinamento de força em pessoas idosas do sexo feminino melhorou a função muscular e massa magra. O resultado é de uma pesquisa que envolveu 60 mulheres idosas (com idades entre 62 e 79) com fragilidade.

Segundo o professor Bruno Gualano, da Escola de Educação Física e Esportes (EEFE) da USP, tal constatação indica que a suplementação do nutriente associada ao exercício, em mulheres idosas, pode ser um terapêutica eficiente no combate ao envelhecimento. Continue reading

Jun 20

Excesso de peso compromete qualidade de vida em idosas

Excesso de peso em mulheres com mais de 60 anos afeta atividades do cotidiano

Valores mais altos de indicadores como o Índice de Massa Corporal e o Perímetro de Cintura representam maior comprometimento do aspecto físico da qualidade de vida, atingindo até as atividades mais simples do dia-a-dia

Em mulheres idosas, quanto mais altos os valores de alguns índices antropométricos (medidas corporais), maior o comprometimento da realização de atividades físicas, mesmo as mais cotidianas – como varrer a casa, caminhar alguns quarteirões e subir escadas.

O resultado é de um estudo inédito no Brasil que relacionou a antropometria à qualidade de vida. A pesquisa avaliou 416 mulheres da cidade de São Paulo, com idade a partir de 60 anos. De acordo com o professor de educação física Mauro Ferreira, que realizou o estudo na Faculdade de Medicina (FM) da USP, a maior parte das pesquisas que existem nessa área são sobre a população mais jovem. Relacionadas a mulheres idosas, há apenas três – e internacionais. “Embora tenha sido feita em outros países, essa relação pode se modificar de acordo com o local”, explica. Continue reading