Jun 20

Pesquisa relaciona jornada noturna a sobrepeso

Investigações coordenadas por professora da FCM dedicam-se ao estudo do relógio biológico 

Mesmo indispensável ao bem-estar do paciente internado em hospitais, a atividade noturna pode acarretar efeitos deletérios no organismo dos profissionais de enfermagem, caso não sejam observadas determinadas recomendações. O alerta foi feito pela professora colaboradora da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) Milva Maria Figueiredo De Martino, que há 10 anos dedica-se a pesquisas com foco no trabalhador noturno.

De acordo com a especialista, é fundamental a busca por estratégias que dêem conta de minimizar as conseqüências da vigília durante a madrugada. Para tanto, os estudos caminham no sentido de traçar um perfil deste profissional. “O trabalhador deve respeitar os limites do organismo para um bom desempenho junto aos pacientes”, enfatiza Milva, que é enfermeira. Continue reading