Jul 27

Complicações causadas pela obesidade infantil

A obesidade pode afetar praticamente todos os sistemas orgânicos no corpo da criança, incluindo:

BEM-ESTAR 

  • Baixa autoestima
  • Depressão
CÉREBRO
  • Aumento da pressão que causam dores de cabeça e visão dupla (diplopia).

PULMÕES

Jun 26

Obesidade infantil pode estar ligada a fatores psicológicos

Além dos hábitos alimentares e do estilo de vida, mais um aspecto pode estar relacionado à obesidade infantil: o fator emocional. Uma pesquisa realizada pela psicóloga Ana Rosa Gliber no Instituto de Psicologia (IP) da USP revela que o ganho de peso em crianças pode estar associado a situações de perda e características de personalidade e que pode haver a necessidade de psicoterapia no tratamento do problema.

Ana identificou, na dissertação de mestrado Um estudo compreensivo da personalidade de crianças obesas: enfoque kleiniano, a relação entre o ganho de peso e situações traumáticas ou de perda. Ela analisou a personalidade de seis crianças que não possuíam transtorno orgânico que justificasse a obesidade. Comer demais, para elas, é uma forma de amenizar o sofrimento e trazer tranqulidade. “Elas tentam preencher o vazio emocional e lidar com os problemas comendo, pois essa é uma forma de manter algo bom dentro de si. Se você tira isso, ela sente que perdeu algo bom”, afirma.  Daí a importância da psicoterapia. Continue reading

Jun 21

Como prevenir a obesidade infantil

É consenso que a obesidade infantil vem aumentando de forma significativa e que ela determina várias complicações na infância e na idade adulta. Na infância, o manejo pode ser ainda mais difícil do que na fase adulta, pois está relacionado a mudanças de hábitos e disponibilidade dos pais, além de uma falta de entendimento da criança quanto aos danos da obesidade.

Prevenir a obesidade infantil significa diminuir, de uma maneira racional e menos onerosa, a incidência de doenças crônico-degenerativas. Continue reading

Jun 20

Obesidade infantil: prevalência, causas e consequências

Obesidade é definida como acúmulo excessivo de gordura corporal capaz de trazer consequências negativas para a saúde, caracterizando-se como uma doença crônico-degenerativa.  Na atualidade, uma das principais preocupações dos profissionais da área da saúde é que a obesidade, na maioria das pessoas, iniciou-se na infância ou na adolescência. Inclusive, diversos estudos têm demonstrado um aumento considerável na prevalência da obesidade infantil, o que torna o problema ainda mais grave. Pois, além de ser um grande preditor da obesidade na vida adulta, o sobrepeso está associado ao aumento dos riscos de várias doenças.

Dados da Organização Mundial de Saúde demonstram que existem no mundo 17,6 milhões de crianças menores de cinco anos com obesidade. Na faixa etária de seis a 11 anos, o número de crianças com sobrepeso dobrou nas últimas quatro décadas. Nos Estados Unidos, a prevalência aumentou 62%, passou de 16,8% para 27,3%. Já em alguns países europeus, o crescimento foi de 10 a 40% nos últimos anos (WHO, 2004). Continue reading