Jun 13

Treino combinado atenua obesidade

treino combinadoDoze semanas de treinamento, sem intervenção nutricional, ajudaram a reduzir a gordura corporal

A combinação de treinamento com pesos e treinamento aeróbio, conhecido como treinamento combinado ou treinamento concorrente (TC), pode ser uma boa alternativa para adolescentes com excesso de peso. Foi o que apontou estudo de doutorado de Wendell Arthur Lopes defendido na Faculdade de Educação Física (FEF).

Doze semanas de treinamento, sem intervenção nutricional, ajudaram a reduzir a gordura corporal, aumentar a massa livre de gordura e melhorar a resistência à insulina e o estado inflamatório crônico de baixo grau.

O trabalho, orientado pela docente da FEF Cláudia Regina Cavaglieri, foi feito com um público feminino: 48 adolescentes que estudavam no Colégio da Polícia Militar (CPM), uma escola pública de Curitiba, Paraná. A iniciativa envolveu parceria entre a FEF da Unicamp e o Departamento de Educação Física da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Continue reading

May 26

Exercícios físicos combinados restauram funções de obesos

fitnessQuarenta por cento da população nos Estados Unidos é obesa e, no Brasil, o percentual ultrapassa os 20%. Até 2025, estima-se que esse percentual poderá exceder os 25%, atingindo um contingente de 50 milhões de brasileiros.

Problema de saúde pública, a obesidade, quando alcança indivíduos na meia-idade, eleva os riscos cardíacos, muito em função dos efeitos do envelhecimento. Deste modo, os obesos ainda têm que lidar com alterações do controle cardíaco (as quais podem aumentar o risco de doenças cardiovasculares – DCV) e com problemas no sistema circulatório: nos vasos sanguíneos e coração. Continue reading

Nov 05

Valores de referências para o percentual de gordura corporal

jornadanoturnaeobesidadeQual seria o percentual de gordura corporal adequado? O quanto é considerado excesso de gordura?

Estes questionamentos são um pressuposto de que o percentual de gordura corporal é uma variável importante para a análise da estética, da funcionalidade e do risco de mortalidade.

A classificação do estado de saúde de acordo com a quantidade de gordura corporal sempre foi um assunto em evidência. Presume-se que os riscos para a saúde iniciam-se nos limites superiores de gordura corporal acumulada.

Limites empiricamente identificados muitas vezes são utilizados para estabelecer diretrizes de percentuais de gordura ideais. Existem várias referências na literatura para diferentes populações e muitas destas diretrizes apresentam grandes limitações, seja pelo fato das características específicas das populações estudadas não condizerem com as características de outras populações ou seja pelos métodos nos quais estas diretrizes foram estabelecidas. Continue reading

Nov 02

Uso inadequado de adoçante não favorece perda de peso

adoçantePesquisa da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP revela que a utilização inadequada de adoçantes e alimentos dietéticos pode não contribuir para a redução de peso.

De acordo com o trabalho da nutricionista e pesquisadora Ana Paula Gines Geraldo, além da falta de critério na dosagem do adoçante, é comum a prática de consumir alimentos dietéticos de modo a “economizar calorias” para poder ingerir alimentos mais calóricos, podendo comprometer as dietas.

A tese de doutorado, defendida no dia 17 de outubro na FSP, avaliou o comportamento de consumo de adoçantes e a sua relação com o excesso de peso corporal. Continue reading

Oct 11

Maioria dos diabéticos está acima do peso

emagremusculacaoPesquisa realizada pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da USP, em que foram entrevistados 218 pacientes diabéticos, detecta que apenas 8,7% deles estão com o Índice de Massa Corporal (IMC) normal. Outros 91,3% que participaram da pesquisa estão com sobrepeso (31,19%) ou obesos (60,09%).

Segundo a pesquisadora Anna Claudia Martins Coelho, os resultados apontam que os diabéticos não seguem as dietas e práticas propostas pelos profissionais da saúde. “Os pacientes disseram que seguem, em média, as recomendações médicas referentes à alimentação apenas durante quatro dias por semana. Já os exercícios, apenas em dois.” Continue reading

Feb 09

Entenda o funcionamento do metabolismo

weight_webCertas pessoas comem muito e não engordam. Outras reclamam que os problemas com o peso são agravados pela idade. Já algumas mulheres não entendem o motivo de seus parceiros, sem muito esforço, emagrecerem mais rápido do que elas. Afinal, por que tudo isso acontece?

A endocrinologista Junia Schweizer, professora do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFMG, afirma que o metabolismo pode ser responsável por essas variações. O sistema metabólico é o que comanda a produção de energia para manter o funcionamento do nosso corpo e controla o ritmo de nosso organismo, realizando diversas reações químicas e fisiológicas. Continue reading

Feb 04

Dietas hipocalóricas têm redução de peso semelhante

dieta saudavelA dieta de baixa caloria (hipocalórica) tradicional e a baseada no sistema de pontos apresentaram resultados semelhantes na redução de peso em adolescentes obesos, como mostra pesquisa da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP).

O estudo envolveu 66 jovens residentes na cidade de São Paulo, que foram avaliados pela nutricionista Mara Della Santa Dovichi Mendes. A redução do peso foi progressiva e significativa nas duas dietas. O número de pacientes que concluíram o tratamento foi maior entre os adolescentes que seguiram a dieta tradicional. Continue reading

Aug 30

Medida do corpo se relaciona à evolução de diabetes

idosaobesaUm estudo desenvolvido na Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP elaborou uma análise comparativa entre as medidas de circunferência da cintura de idosos e a pré-disposição para o desenvolvimento de diabetes. Segundo os resultados, à medida que os valores de circunferência da cintura aumentam, também cresce as chances de desenvolvimento de diabetes.

A pesquisa da nutricionista Luiza Antoniazzi Gomes de Gouveia, sob orientação da professora doutora Maria de Fátima Nunes Marucci, procurou identificar os valores de circunferência da cintura em idosos, que se associam ao desenvolvimento de doenças e agravos não transmissíveis, segundo sexo e grupo etário. “Nesse grupo se encaixam as doenças cardíacas, hipertensão arterial e diabetes mellitus” ressalta a pesquisadora. Para Luiza, a demanda atual por valores de referência para a avaliação do risco para essas doenças em idosos é uma das principais motivações para o estudo, que contou com o auxílio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Continue reading

Aug 16

Alterações na tireoide não causam obesidade

Heart givingCom o formato de uma letra H, ela está situada na frente dos anéis da traqueia, entre o “pomo de Adão” e a base do pescoço. Fixada à laringe, a glândula tireoide se movimenta com a deglutição e ajuda a controlar o metabolismo, por isso é tão importante para o organismo. Mas de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 15% dos brasileiros apresentam alterações em seu funcionamento, seja com o hipo ou o hipertireoidismo.

Apesar de não ser possível prevenir ou curar definitivamente esses quadros – o metabolismo se torna mais lento ou acelerado nos casos de hipo ou hipertireoidismo, respectivamente –, os tratamentos, em geral, são bem sucedidos quando diagnosticados. Continue reading