Jun 22

Microalbuminúria e a síndrome metabólica

A NEFROPATIA DIABÉTICA é uma complicação importante do diabetes pois acomete cerca de 30 a 40% dos pacientes, está associada a um aumento da mortalidade e evolui inexoravelmente para a perda progressiva de função renal, necessitando o uso de medidas de reposição da função renal (1). Diversos fatores de risco tem sido descritos para a nefropatia diabética, entre eles, o grau de hiperglicemia, a duração do diabetes, a presença de hipertensão arterial, o fumo e fatores genéticos (1).

Marcadores de nefropatia diabética estão sendo enfaticamente procurados e a presença de microalbuminúria, isto é, um aumento da excreção urinária de albumina acima de 20 µg/min e menor do que 200 µg/min (2), é um dos fatores predisponentes mais estudados. Além disto é também um fator de risco para a doença cardiovascular (3), a principal causa de morte em pacientes com diabetes do tipo 2 (4). A presença de microalbuminúria está associada aos mesmos fatores de risco da nefropatia diabética e também à resistência insulínica e síndrome metabólica (5). Continue reading

Jun 21

Ácidos Graxos Trans: Doenças Cardiovasculares e Saúde Materno-infantil

RESUMO

Este estudo revê a literatura sobre o tema nas últimas décadas, destacando seu efeito no metabolismo humano quanto às doenças coronarianas e à saúde materno-infantil. Recentemente, os ácidos graxos trans foram incluídos entre os fatores dietéticos de risco para doenças cardiovasculares. Discute-se ainda sua relação com o processo de crescimento e desenvolvimento da criança desde a fase fetal e período gestacional.

Os trans originam-se dos ácidos graxos insaturados no processo de hidrogenação e bio-hidrogenação, apresentando ação diferenciada destes. Diversas pesquisas ressaltam seu efeito hipercolesterolêmico e o bloqueio e inibição da biossíntese de ácidos graxos essenciais. Estas ações têm repercussões na saúde materno-infantil e elevam o risco de doenças cardiovasculares. Recomenda-se a redução do consumo de alimentos que contenham gordura hidrogenada, adotando os limites de 2% a 5% de gorduras trans/energia totais, já empregados em outros países.

Termos de indexação: ácidos graxos trans, doenças cardiovasculares, gravidez, saúde materno-infantil, consumo de alimentos. Continue reading

Jun 21

Como prevenir a obesidade infantil

É consenso que a obesidade infantil vem aumentando de forma significativa e que ela determina várias complicações na infância e na idade adulta. Na infância, o manejo pode ser ainda mais difícil do que na fase adulta, pois está relacionado a mudanças de hábitos e disponibilidade dos pais, além de uma falta de entendimento da criança quanto aos danos da obesidade.

Prevenir a obesidade infantil significa diminuir, de uma maneira racional e menos onerosa, a incidência de doenças crônico-degenerativas. Continue reading

Jun 20

Obesidade infantil: prevalência, causas e consequências

Obesidade é definida como acúmulo excessivo de gordura corporal capaz de trazer consequências negativas para a saúde, caracterizando-se como uma doença crônico-degenerativa.  Na atualidade, uma das principais preocupações dos profissionais da área da saúde é que a obesidade, na maioria das pessoas, iniciou-se na infância ou na adolescência. Inclusive, diversos estudos têm demonstrado um aumento considerável na prevalência da obesidade infantil, o que torna o problema ainda mais grave. Pois, além de ser um grande preditor da obesidade na vida adulta, o sobrepeso está associado ao aumento dos riscos de várias doenças.

Dados da Organização Mundial de Saúde demonstram que existem no mundo 17,6 milhões de crianças menores de cinco anos com obesidade. Na faixa etária de seis a 11 anos, o número de crianças com sobrepeso dobrou nas últimas quatro décadas. Nos Estados Unidos, a prevalência aumentou 62%, passou de 16,8% para 27,3%. Já em alguns países europeus, o crescimento foi de 10 a 40% nos últimos anos (WHO, 2004). Continue reading
Jun 20

Quanto você pesa?

Estou acima do peso? Preciso emagrecer… Amanhã vou começar uma “dieta”… Emagrecer … Emagrecer … Emagrecer …

Trabalho com exercícios e atividade física há bastante tempo e frases assim escuto todos os dias. As pessoas fazem tudo para reduzir o seu o peso total, porém o baixo peso não representa, necessariamente, uma estética adequada aos valores padronizados socialmente e muito menos critérios de saúde.

“A massa corporal isoladamente não é considerada um bom parâmetro para identificação de excesso ou carência dos diferentes componentes corporais (gordura, músculos, ossos e resíduos) ou ainda para avaliação das quantidades proporcionais desses componentes” (Costa, 2001).

Esse fenômeno pode ser verificado através da compulsão que as pessoas sentem por balança, afinal balanças são colocadas como chamariz nas farmácias, clinicas de estética e até academias e normalmente aqueles que por elas passam sempre se pesam. Essa preocupação acontece porque as pessoas acham que se estiverem com o peso baixo estarão dentro dos padrões, e isso é impressionante, pois elas realmente acreditam nesse paradigma. Continue reading

Jun 20

Pesquisa relaciona jornada noturna a sobrepeso

Investigações coordenadas por professora da FCM dedicam-se ao estudo do relógio biológico 

Mesmo indispensável ao bem-estar do paciente internado em hospitais, a atividade noturna pode acarretar efeitos deletérios no organismo dos profissionais de enfermagem, caso não sejam observadas determinadas recomendações. O alerta foi feito pela professora colaboradora da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) Milva Maria Figueiredo De Martino, que há 10 anos dedica-se a pesquisas com foco no trabalhador noturno.

De acordo com a especialista, é fundamental a busca por estratégias que dêem conta de minimizar as conseqüências da vigília durante a madrugada. Para tanto, os estudos caminham no sentido de traçar um perfil deste profissional. “O trabalhador deve respeitar os limites do organismo para um bom desempenho junto aos pacientes”, enfatiza Milva, que é enfermeira. Continue reading

Jun 20

Retorno das Férias

Após as festas de fim de ano é comum perceber alguns quilinhos extras adquiridos durante as férias. Isso acontece muitas vezes devido a exageros nas ceias de Natal e Reveillon, às doses a mais de vinho e champanhe, além das mudanças ocasionadas na rotina durante esse período. Para reverter essa situação ao retornar de férias, nada de passar fome, pular refeições ou alimentar-se de “sopinhas” para emagrecer.

O ideal é reorganizar seus horários e refeições, aproveitando para adequar sua rotina alimentar. Continue reading
Jun 20

Excesso de peso compromete qualidade de vida em idosas

Excesso de peso em mulheres com mais de 60 anos afeta atividades do cotidiano

Valores mais altos de indicadores como o Índice de Massa Corporal e o Perímetro de Cintura representam maior comprometimento do aspecto físico da qualidade de vida, atingindo até as atividades mais simples do dia-a-dia

Em mulheres idosas, quanto mais altos os valores de alguns índices antropométricos (medidas corporais), maior o comprometimento da realização de atividades físicas, mesmo as mais cotidianas – como varrer a casa, caminhar alguns quarteirões e subir escadas.

O resultado é de um estudo inédito no Brasil que relacionou a antropometria à qualidade de vida. A pesquisa avaliou 416 mulheres da cidade de São Paulo, com idade a partir de 60 anos. De acordo com o professor de educação física Mauro Ferreira, que realizou o estudo na Faculdade de Medicina (FM) da USP, a maior parte das pesquisas que existem nessa área são sobre a população mais jovem. Relacionadas a mulheres idosas, há apenas três – e internacionais. “Embora tenha sido feita em outros países, essa relação pode se modificar de acordo com o local”, explica. Continue reading

Jun 08

Piruvato

Em 2004 foi publicada matéria em uma revista de grande circulação nacional com o seguinte titulo: “Pílulas naturais para emagrecer”. Foram citadas várias substancias, entre elas estava o piruvato de cálcio que, segundo a revista “pode ser extraída de frutas e legumes e quando tomada em pequenas doses diárias ajuda a emagrecer e ficar forte”. Para justificar a eficiência do piruvato, os responsáveis pela entrevista citaram um estudo feito no Centro Médico da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, o qual chegou a conclusão que essa substância estimula a queima de gordura corporal. Continue reading